Arinwa

Dakar – O Escritório Regional das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) para a África Ocidental e Central (ROSEN) agradece à República Federal da Alemanha pelo seu empenho na luta contra a crise da COVID-19 na África Ocidental.

Já em Fevereiro de 2020, com o início da pandemia da COVID-19 na região, o UNODC queria responder à necessidade de apoio às agências de aplicação da lei para continuar o seu trabalho em condições seguras e sanitárias e assim evitar a propagação do vírus dentro das suas fileiras e entre a população em geral.

Como parte da sua contribuição anual para o “Projecto UNODC de apoio à Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e aos
Estados-Membros da África Ocidental e Central na concepção e implementação de estratégias de controlo da droga e de prevenção da criminalidade” (XAMU50), a República Federal da Alemanha concordou em reafectar parte do seu financiamento às actividades do UNODC no contexto da resposta à pandemia da COVID-19.

A generosidade e a capacidade de resposta da Alemanha permitiram assim ao UNODC fornecer equipamento de protecção pessoal às agências de aplicação da lei no Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana, Senegal e à componente policial do Sahel do G5 para assegurar a continuidade na luta contra o tráfico de droga, o crime organizado transnacional e o terrorismo.

Equipamento entregue em Maio de 2020 ao Sahel do G5, em benefício das brigadas de reitoria da Força Conjunta.
Equipamento entregue em Novembro de 2020 ao Serviço de Polícia do Gana e ao Serviço de Imigração do Gana.
Equipamento entregue ao Governo do Burkina Faso em Dezembro de 2020 para as forças de segurança.
Equipamento recebido em Janeiro de 2021 pelo Ministério da Justiça e do Trabalho de Cabo Verde para a polícia judiciária e os serviços prisionais.
Equipamento entregue em Fevereiro de 2021 ao Ministério do Interior senegalês através da Direcção Geral da Polícia Nacional.

A situação excepcional criada pela pandemia e a necessidade de preservar a saúde e segurança da população também levou a UNODC a desenvolver um programa de formação para agentes de aplicação da lei sobre a gestão segura de uma crise sanitária. Graças ao apoio financeiro da Alemanha, o UNODC desejou criar, em coordenação com outras agências da ONU (OMS, OHCHR, UNICEF, UNFPA, OIM, ACNUR, UNWOMEN), um programa de formação de formadores que abrangesse todos os aspectos necessários para a gestão adequada de uma crise sanitária. O primeiro já teve lugar na Mauritânia e outros países (Costa do Marfim, Gâmbia, Gana, Senegal) também deveriam beneficiar dele durante 2021.

    
Primeira formação de formadores organizada pelo UNODC em Novembro de 2020 sobre a gestão da pandemia da COVID-19 pelas agências de aplicação da lei mauritanas (gendarmerie nacional, segurança nacional, grupo de segurança rodoviária e guarda nacional) – em parceria com a OMS, UNICEF, OHCHR, UNFPA e UNHCR.


This website uses cookies and asks your personal data to enhance your browsing experience.