Arinwa

Os resultados falam por si: 17 suspeitos de terrorismo detidos, 200 actores da sociedade civil formados e cerca de 300.000 pessoas alcançadas através da rádio comunitária com o objectivo de estimular o diálogo transfronteiriço entre as comunidades e o sector da segurança e da justiça.

Em apenas dois anos, o UNODC e o Fundo de Construção da Paz reforçaram o diálogo comunitário no Mali e no Níger através de sessões de formação com grupos-chave e membros do público, particularmente actores nas fronteiras dos países, sobre os papéis e mandatos das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e actores da justiça criminal, bem como sobre recurso, apresentação de relatórios e encaminhamento, e advocacia.

Realizaram-se sessões de formação para reforçar a capacidade de grupos da sociedade civil, organizações de mulheres, organizações de jovens e rádios comunitárias em Tillabery (Níger) e Gao e Menaka (Mali) entre 18-19 e 27-28 de Fevereiro de 2021.

Representantes do Governador de Gao e do Presidente da Câmara de Ouatagouna disseram estar satisfeitos por ver cerca de 60 líderes da sociedade civil treinados no diálogo comunitário para a construção da paz, elogiando os esforços do UNODC. Foram recebidos elogios semelhantes dos 60 beneficiários, que sentiram que com as suas novas competências e conhecimentos poderiam desempenhar um papel mais importante na segurança e no reforço da coesão social a nível da comunidade.

Outros sucessos no terreno devido à melhoria do diálogo comunitário foram a detenção de um soldado e três civis em Tera, um departamento do Níger, sob a acusação de violação. Estas detenções foram possíveis graças à coordenação entre o presidente do tribunal de Tera, um comandante do G5 Sahel e uma oficial feminina da SDF que alertou uma associação de mulheres que trabalha sobre a violência baseada no género.



This website uses cookies and asks your personal data to enhance your browsing experience.